Relator acata emenda à PEC da Reforma Política que sugere a adoção do sistema de federação de partidos

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, a CCJ, deu início, nesta quarta-feira, ao debate sobre a proposta de mudança na Constituição que reforça a fidelidade partidária de políticos eleitos, estabelece uma cláusula de barreira para os partidos políticos e prevê o fim das coligações nas eleições proporcionais a partir de 2022. A proposta é de autoria dos senadores Aécio Neves, de Minas Gerais, e Ricardo Ferraço, do Espírito Santo, ambos do PSDB. Na reunião, o senador Ferraço apresentou uma emenda que sugere a adoção do sistema de federação de partidos como uma alternativa ao fim das coligações, sem causar prejuízos aos partidos de pequeno e médio porte.

Notícias - 24/08/2016


X
24/08/2016
Charges