Sob suspeita de lavagem de dinheiro, imóveis de filhas de Palocci podem ser sequestrados pela Justiça

Preso desde o ano passado, o ex-ministro da Casa Civil e da Fazenda durante os governos do PT, Antonio Palloci, pode ter adquirido bens com recursos de lavagem de dinheiro. O Ministério Público Federal pediu o sequestro de dois imóveis ligados a duas filhas do ex-ministro. Procuradores alegam que Palloci fez doações que somam quase R$ 3 milhões para uma das filhas, e um repasse de R$ 1,5 milhão para a outra. Com esses valores, teria adquirido os imóveis. A suspeita se soma a outras duas ações penais da Lava Jato nas quais ele é investigado. Deputado pelo PSDB do Distrito Federal, Izalci Lucas afirma que as investigações, mais uma vez, apontam para irregularidades ocorridas à época dos governos petistas. Diante das informações, Izalci considera que a decisão do Superior Tribunal de Justiça em manter Antonio Palocci preso em Curitiba foi correta.

Rádio PSDB - 19/06/2017
X
19/06/2017
Charges