Filie-se
PSDB – DF
PSDB – DF

A força e a coragem das mulheres brasileiras, por Izalci Lucas

24 de fevereiro de 2017
Email Share

00_24_de_fevereiro_voto_feminino_1

(*) Izalci Lucas

Hoje, comemoramos 85 anos da conquista do voto feminino em nosso país. Foram anos antes e anos depois de luta diária para que essa conquista fosse, de fato, consolidada. Foi preciso muita força e coragem para enfrentar as grandes oligarquias e uma sociedade patriarcal que só admitia obediência. Houve um tempo em que as mulheres brasileiras sequer tinham o direito de pensar, mas elas ousaram, batalharam e conseguiram transformar o Brasil.

A conquista do voto feminino não se deve ao presidente da época, mesmo porque depois de sancionar a lei pela qual elas tanto lutaram e que lhes dava esse direito, esse mesmo presidente a cassou sem piedade, quando se tornou ditador. Mais uma vez elas foram para a batalha e, finalmente, resgataram o direito de votar e serem votadas. Portanto, a conquista do voto feminino deve-se tão somente às mulheres brasileiras que não se intimidaram e lutaram uma batalha insana e difícil.

Ao longo desses 85 anos, as mulheres brasileiras foram protagonistas de um país melhor e mais justo. Foi pelo trabalho das lideranças como Leolinda Daltro, Gilka Soares, Bertha Lutz, Maria de Lacerda Moura, bem como de Celina Guimarães e Alzira Soriano nossas primeiras eleitora e prefeita no Rio Grande do Norte que tudo começou.

A partir do direito ao voto, outras vitórias foram obtidas e outras lutas começaram. Durante todas as décadas batalharam e continuam batalhando por um país sem diferenças de raça, credo ou sexo. A presença da mulher em todas as esferas custou perseguição, sofrimento e, sobretudo, vidas ceifadas. Entretanto, a conquista do voto feminino foi importante para legitimar as lutas e as exigências do mundo moderno onde todos devem ter direitos e oportunidades iguais.

Às mulheres brasileiras nossa homenagem. A elas nosso agradecimento por tudo que fizeram pelo Brasil. Sem essas mulheres corajosas não teríamos as leis que hoje protegem a todos. Sem elas, sequer estaríamos vivendo uma democracia plena.

 

(*) Izalci Lucas é deputado federal e presidente do Diretório do PSDB no Distrito Federal.

Compartilhe!