Filie-se
PSDB – PA
PSDB – PA

Pará e Goiás se destacam no Brasil ao cortar gastos na gestão estadual

31 de janeiro de 2015
Email Share
Jatene PerilloOs estados do Pará e Goiás, nas regiões Norte e Centro-Oeste, respectivamente, se destacam no País pelos cortes de gastos e reformas na estrutura administrativa. Os governadores dos dois estados, Simão Jatene, do Pará, e Marconi Perillo, de Goiás, ambos reeleitos, decidiram promover uma reforma na máquina estadual, reduzindo o número de servidores e de gastos em diversas áreas, a fim de uniformizar a estrutura administrativa e melhorar a prestação de serviços à população. Em matéria publicada nesta quinta-feira (29), no site do jornal Valor Econômico, a decisão de Jatene e Perillo é considerada, também, uma estratégia para enfrentar uma possível crise nacional. “Goiás e Pará, ambos governados por tucanos em segundo mandato, foram os Estados que mais enxugaram as máquinas para reequilibrar receitas estaduais, em um contexto em que outros governadores estudam a possibilidade de extinguir parte da estrutura governamental para enfrentar a perspectiva de queda nos repasses federais diante de um cenário de incertezas quanto aos rumos da economia nacional em 2015”, afirma a matéria.

No Pará, o governador Simão Jatene anunciou, já em dezembro de 2014, a redução de 75 para 59 o número de órgãos públicos, a extinção de cinco secretarias especiais e a fusão de outras três fundações e autarquias, além de acabar com aproximadamente mil cargos públicos. Essas medidas, segundo o governador, devem economizar por ano em torno de R$ 20 milhões. “Essa economia vem no sentido de racionalizar e reduzir os custos nas atividades meios, que consomem muitos recursos e, às vezes, impossibilitam a aplicação de mais verbas para as atividades fins”, afirmou Jatene ao anunciar as medidas.

No estado de Goiás, o governador Marconi Perillo prevê que a redução da estrutura, aliada à extinção de quase 17 mil cargos públicos, entre comissionados e temporários, garantirá uma economia de R$ 400 milhões ao ano. Ainda segundo a matéria publicada no site, a medida adotada pelos dois governantes pode servir de exemplo para outros governos interessados em “economizar”. “Trata-se de um movimento que deve ganhar a adesão de outros Estados, como Rio Grande do Sul, Amazonas, Santa Catarina, Ceará e Mato Grosso, que já sinalizaram a disposição em promover uma ampla reforma administrativa”, reitera a matéria do “Valor Econômico”.

Para 2015, o governador Simão Jatene pretende, além de ampliar a economiza para os cofres públicos, otimizar os serviços prestados e concluir obras em andamento. “Eu acredito que a equipe de governo está mais homogênea, e isso melhora a prestação de serviços. Nós temos que concluir os investimentos que estão em andamento. Isso é uma prioridade, porque obra que demora muito termina com o custo aumentado. Além disso, é preciso melhorar o atendimento, a qualidade. Eu acredito que a nossa sociedade anda muito carente e consciente de que isso é necessário e possível”, afirmou Simão Jatene em sua primeira entrevista coletiva após a posse, em 1º de janeiro.

A matéria completa está no link http://www.valor.com.br/politica/3883622/governos-tucanos-lideram-ajuste-na-maquina-publica

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Tatiane Dias
Secretaria de Estado de Comunicação

Compartilhe!

Ad