Filie-se
PSDB – PE
PSDB – PE

Tucanos querem investigação sobre denúncia de suborno envolvendo Petrobras

13 de fevereiro de 2014
Email Share

petrobrasBrasília (DF) – O Líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), protocolou nesta quinta-feira, representação na PGR (Procuradoria Geral da República) para que seja investigada denúncia de que a holandesa SBM Offshore, que aluga plataformas flutuantes a companhias como a Petrobras, teria pago suborno a empresas em vários países, incluindo o Brasil.

Também foram protocolados requerimentos de informações endereçados ao Ministérios da Justiça e Minas e Energia.

De acordo com o jornal Valor, a SBM está sob investigação de autoridades da Holanda, Inglaterra e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos desde 2012.

Segundo denúncia de um ex-funcionário, entre 2005 e 2011 a SBM teria pago US$ 250 milhões em subornos, dos quais US$ 139 milhões a intermediários e a funcionários da Petrobras.

Sozinha ou com sócios, a SBM tem atualmente nove contratos de construção e posterior aluguel de plataformas assinados com a empresa brasileira.

Para o Líder, a denúncia é gravíssima e precisa ser investigada também pelo Brasil.

– Há uma investigação em curso em vários países com as quais a empresa holandesa tem ou teve contratos e é necessário que a Justiça brasileira também apure se houve pagamento de suborno envolvendo a Petrobras. É o que se espera depois da divulgação desse caso, afirmou.

Na representação à PGR, Imbassahy reforça a necessidade de investigação em virtude dos prováveis prejuízos à Petrobras e a seus acionistas e dos indícios de gestão temerária do patrimônio.

No requerimento ao Ministério da Justiça, o Líder do PSDB solicita informações sobre as providências tomadas pelos órgãos que integram ou são vinculados ao ministério para a apuração da denúncia.

Ao Ministério das Minas e Energia, Imbassahy solicitou cópia de todos os contratos firmados entre a Petrobras e a SBM, com valores e prazos.

– Os governos Lula e Dilma deixaram a Petrobras, símbolo do empreendedorismo do país, numa situação até então inimaginável: é a empresa não financeira mais endividada do mundo, com seu valor de mercado cada vez menor, e com a produção em queda. Essa é uma denúncia que precisa ser investigada, afirmou Imbassahy.

Leia a íntegra da representação AQUI

*Da Liderança do PSDB na Câmara

Compartilhe!