Filie-se
PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira
PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira

Suspeitas de fraudes na transposição do São Francisco preocupam tucanos

14 de fevereiro de 2013
Email Share

Transposicao Rio Sao Francisco Foto Divulgacao 1Brasília – Os problemas nas obras de transposição do São Francisco são proporcionais ao tamanho do rio. Em março do ano passado, integrantes do PSDB visitaram a região e denunciaram atrasos e superfaturamentos do principal projeto do Programa de Aceleração do Crescimento (PSC). Dois meses após, o Ministério da Integração Nacional iniciou um relatório, enviado ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público Federal (MPF) apontando indícios de fraude em cinco dos 14 lotes. As irregularidades, no entanto, só foram admitidas pela pasta agora.

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT) fez parte da caravana tucana. “O prejuízo é incalculável. É muito claro que esse é um projeto do governo que está servindo para o mal feito, trazendo descrença ao povo daquelas regiões e afastando os empresários que investiram acreditando no discurso da gestão do PT”, destaca.

Ele ressalta que, além do atraso e do superfaturamento, muito do que já foi feito está se perdendo pela falta de continuidade das construções. O projeto, inicialmente orçado em R$ 4,6 bilhões, já ultrapassa a marca de R$ 8,2 bilhões. A previsão de conclusão também foi alterada. A transposição deveria ter sido concluída em 2012, mas somente 43% do total está pronto.

“Nenhum desses problemas surpreende. Nós, do PSDB, trouxemos isso às claras há muito tempo e sabemos que trechos inteiros precisarão ser refeitos, além do aumento absurdo em relação ao orçamento inicial previsto. Esse é o jeito petista de governar”, afirma o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF).

De acordo com nota publicada na edição de segunda-feira (13) do Painel, do jornal Folha de S. Paulo, algumas empreiteiras contratadas tentaram receber por serviços não realizados, “incluindo desde escavações até a retirada de pedras de locais onde não havia canteiros”. Apesar disso, ainda não existe uma estimativa do prejuízo causado aos cofres públicos.

O governo confirma os problemas nos cinco lotes, mas insiste em permanecer calado, sem prestar qualquer esclarecimento à população. Segundo o jornal, o ministério só vai se pronunciar quando receber as defesas das empresas. Isso só deve ocorrer daqui a 15 dias.

Compartilhe!

Assine nossa Newsletter

Segundo o Datafolha, 68% dos brasileiros responsabilizam Dilma pela corrupção na Petrobras. E você?

Ver resultados

Loading ... Loading ...