Ditadura venezuelana já passou dos limites

Acompanhe - 14/02/2024

O regime do ditador Nicolás Maduro já passou dos limites na Venezuela. Enquanto isso, o governo brasileiro, que deveria ser firme na cobrança pela democracia e por eleições livres e justas no país vizinho, apenas se cala. Um silêncio ensurdecedor. O mais recente atentado à democracia na Venezuela foi a prisão injustificada da respeitada ativista Rocío San Miguel, especialista em assuntos militares.

Nesta quarta (24.mar), as notícias são de que Rocío não foi localizada por seus advogados em nenhuma prisão. Informes oficiais da ditadura dão conta de que ela está incomunicável, sem mais explicações. Um levantamento da ONG Foro Penal aponta que há 263 presos políticos e outras mais de 9.000 pessoas com restrição de liberdade por defenderem a democracia na Venezuela. María Corina Machado, adversária de Maduro na eleição presidencial deste ano, impedida de concorrer por determinação do regime.

Não dá pra entender o que o governo brasileiro está esperando para tomar medidas severas contra a ditadura de Maduro.

Marconi Perillo, presidente nacional do PSDB

Temas relacionados:


X
14/02/2024