Educação precisa de um ministro à altura dos desafios do cargo

Notas Oficiais - 18/06/2020

O ex-ministro da Educação já vai tarde. Com Abraham Weintraub como titular da pasta, nos acostumamos a agressões gratuitas, desprezo ao bom senso, ofensas às instituições e descuidos com o português, enquanto temas fundamentais como combate ao analfabetismo, gargalos do ensino médio e dificuldades na formação superior pareciam ter ficado em terceiro ou quarto plano.

Weintraub nunca se portou como um ministro, mas como um provocador barato em nome de uma ideologia autoritária e obscura. Que o próximo nome esteja à altura dos desafios do cargo, que são imensos e fundamentais para o desenvolvimento do Brasil.


X
18/06/2020