PSDB vai à Justiça contra Lula e Boulos por propaganda eleitoral antecipada e uso da máquina

Notas Oficiais - 03/05/2024
Nota oficial

O PSDB ingressou nesta quinta-feira (2.maio) com uma representação na Justiça Eleitoral de São Paulo contra o presidente Lula e o deputado federal Guilherme Boulos, pré-candidato do Psol é Prefeitura de São Paulo, por propaganda eleitoral antecipada. O partido também adotará providências para que o presidente seja investigado por uso da máquina pública no evento.

Em comício organizado pelas centrais sindicais, com financiamento pela Lei Rouanet e patrocínio, entre outros, da Petrobras e do Conselho Nacional do Sesi, Lula pediu votos a Boulos. Além do uso escancarado da máquina pública, Lula cometeu crime eleitoral, pois só é permitido o pedido de votos após o início oficial da campanha eleitoral, a partir de 16 de agosto.

Na representação à Justiça Eleitoral, o PSDB pede que tanto Boulos quanto Lula sejam multados pela propaganda eleitoral fora do prazo. Em outra representação, o partido questionará o uso indevido da máquina e da Petrobras que patrocinou o evento, que poderá condenar os responsáveis inclusive por improbidade administrativa.


X
03/05/2024