No Centro-Oeste, PSDB confirma nomes para governos estaduais, Senado e Câmara

Notícias - 06/08/2018
Foto: Marcelo Victor

Em convenções realizadas neste fim de semana, o PSDB definiu seus candidatos na região Centro-Oeste do país. Ao todo, três tucanos estarão disputando a reeleição ao governo de seus respectivos estados e quatro foram lançados ao Senado Federal. Composta por cinco estados, a região demonstrou sua força para as eleições deste ano.

Com a presença de quase 5 mil pessoas, o PSDB-DF lançou neste domingo (5) 14 nomes para deputado federal e 38 para distrital. O partido anunciou apoio à candidatura do deputado Alberto Fraga (DEM) para o governo do Distrito Federal. Na convenção, a legenda oficializou a candidatura do deputado federal Izalci Lucas ao Senado Federal.

Izalci ressaltou a confiança e o protagonismo do PSDB nas eleições deste ano. “Estamos felizes e confiantes. O encontro de hoje demonstra que nossa militância é aguerrida e vai buscar apoio em cada canto de nossa capital. O PSDB-DF cresceu e hoje é protagonista”, disse.

Em Goiás, o partido confirmou José Eliton para disputar a reeleição ao governo do estado. A coligação, que será composta por 10 partidos, definiu a ex-secretária de Educação, Raquel Teixeira (PSDB) como vice. O ex-governador Marconi Perillo foi lançado ao Senado, além das chapas proporcionais para deputados estaduais e federais.

“Política é a política do respeito. Vamos fazer com que Goiás se insira na nova política. Política com oportunidade a todos, não a política dos coronéis, daqueles que acham que governar é mandar. Governar é ouvir, é ter sensibilidade, é saber que nada se faz sozinho. É buscar construir uma agenda que seja síntese do pensamento do povo”, disse José Eliton.

Em Mato Grosso, o PSDB oficializou a candidatura do governador Pedro Taques à reeleição. O vice-governador da chapa é o também tucano Rui Prado. Ao Senado, o partido lançou a candidatura do deputado federal Nilson Leitão. A coligação tem o PSDB, PSL, PPS, PRP, Avante, DC, Solidariedade, Patriota, PRPB e PSB.

Taques comentou sobre seu plano de governo e prometeu investir em educação, segurança e saúde. “Vamos investir em escolas integrais e na melhoria de segurança pública para reduzir os índices de violência”, disse.

Realizada neste sábado (4), a convenção de Mato Grosso do Sul confirmou o lançamento da candidatura de Reinaldo Azambuja à reeleição ao governo do estado. O tucano terá como vice o ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith (DEM). O ex-secretário de obras Marcelo Miglioli (PSDB) foi escolhido como candidato ao Senado.

Para deputado estadual serão 16 candidatos e 6 para deputado federal. Azambuja destacou que 13 partidos compõem o arco de alianças para as eleições deste ano e que, se vencer, quer focar na melhoria da saúde e da infraestrutura do estado.


X
06/08/2018