Em reunião com presidente, governadores tucanos reforçam importância da união federativa contra o coronavírus

Notícias - 21/05/2020

Os 27 governadores brasileiros participaram, nesta quinta-feira (21/05), de reunião online com o presidente Jair Bolsonaro. Na pauta, o projeto de suporte financeiro da União aos estados e municípios. Do encontro, também participaram os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, além de ministros.

O projeto será sancionado pelo Executivo federal e a expectativa é que a primeira parcela dos recursos seja liberada até 30 de maio. Pelo texto da proposta, o Governo Federal vai destinar R$ 60 bilhões às unidades federativas para ações de combate à pandemia de coronavírus. A medida ainda suspende as dívidas dos estados e municípios com a União até dezembro de 2022.

O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, foi escolhido como porta-voz dos gestores estaduais na reunião. “Todos os governadores pedem a sanção desse projeto com liberação da primeira parcela ainda no mês de maio. A sanção é fundamental para os estados e municípios, pois estamos vivendo um momento de perda brutal das nossas receitas”, afirmou ele.

Para o governador de São Paulo, João Doria, a reunião entre os governadores e o presidente significa a retomada do entendimento entre os Poderes e do equilíbrio Federativo, contra a crise gerada pelo coronavírus. “Há compreensão, de lado a lado, de que precisamos dessa união para salvar vidas”, disse.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ressaltou a importância de a primeira parcela dos recursos chegar aos estados até o fim deste mês. Destacou ainda que o entendimento fortalece o Pacto Federativo e o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

 


X
21/05/2020