Em São Paulo, PSDB tem vitória histórica e se mobiliza para o segundo turno

Notícias - 17/11/2020

O resultado das urnas neste domingo (15/11) consagrou o PSDB como o maior partido de São Paulo. Na disputa pelas prefeituras do estado, o partido elegeu 176 prefeitos, um número quase três vezes maior que o segundo colocado, o DEM, vitorioso em 65 disputas. O PSDB tem ainda 6 candidatos disputando o segundo turno, em cidades como São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e Mogi das Cruzes. Em todas elas, o candidato tucano é o mais bem posicionado.

O número de prefeitos eleitos neste ano representa a maior vitória do PSDB em disputas municipais dos últimos 12 anos e pode crescer ainda mais caso os tucanos que disputam o segundo turno saiam vitoriosos das urnas em 29 de novembro. Neste caso,  a partir de janeiro de 2021, o PSDB passará a governar 52.03% dos habitantes de São Paulo, recorde histórico do partido.

No total, o PSDB elegeu 512 prefeitos em todo o país, dos quais 36,2% são originários de São Paulo.

Se somados os vice-prefeitos tucanos eleitos, o PSDB obteve 270 candidatos majoritários vitoriosos na disputa municipal.  Além disso, o partido elegeu 1.172 vereadores e tem, mais uma vez, o maior número de parlamentares municipais eleitos no estado. O segundo colocado com maior número de vereadores eleitos é o DEM, com 707 parlamentares.

Para o Presidente Estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, o resultado das urnas expressa o trabalho realizado por todo o partido nos últimos dois anos e reflete as boas administrações tucanas tanto no Governo do Estado com o governador João Doria quanto nas prefeituras.

“O PSDB tem um histórico de boas gestões, de responsabilidade fiscal e social e de respeito à diversidade e à vida. A votação que obtivemos hoje é o reflexo dessas boas experiências que a população tem conosco e da confiança de que podemos transformar o futuro das cidades para melhor”, explicou. “Estamos muito satisfeitos com o recado das urnas e prontos para trabalhar ainda mais nas cidades onde ainda haverá segundo turno. Agora é mãos a obra para conquistar as sete prefeituras em disputa neste segundo turno”, finalizou.

Bruno Covas segue na liderança para o segundo turno na capital
Com vitória nas urnas em todas as zonas eleitorais, o prefeito da capital, Bruno Covas, encerrou o primeiro turno da disputa pela Prefeitura de São Paulo em primeiro lugar, com 32,85% dos votos válidos. A vantagem sobre seu concorrente nesta segunda etapa, o psolista Guilherme Boulos, foi de 12,61 pontos percentuais.

“São Paulo foi às urnas, São Paulo falou e agora nos cabe o papel de ouvir e interpretar. São Paulo diz quer quer experiência. São Paulo disse que quer continuar sonhando com a redução da desigualdade social, garantindo, através da responsabilidade fiscal, justiça social. A esperança venceu os radicais no primeiro turno e a esperança vai vencer os radicais no segundo turno”, afirmou Covas no fim da noite

Confira a íntegra do discurso

Campões de voto no ABC

Paulo Serra, reeleito em Santo André

Com patamar de voto em torno de 70%, os prefeitos de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e de Santo André, Paulo Serra, foram reconduzidos ao cargo nas eleições municipais deste domingo (15/11). Serra recebeu 76,88% dos votos andreenses e Morando, 67,28% dos votos em São Bernardo.

Prefeito Orlando Morando, de São Bernardo do Campo

Ambos derrotaram adversários petistas. Em Santo André, a Professora Bete Siraque foi a segunda colocada com 7,35% dos votos. Já em São Bernardo, o derrotado foi o ex-prefeito e presidente estadual do PT, Luiz Marinho, com 23,34%.

Em São Caetano do Sul, o prefeito Auricchio Junior foi o mais votado, com 45,28% dos votos válidos. A eleição depende de decisão judicial.

Baixada Santista renova “onda azul”

Rogério Santos, eleito prefeito de Santos

As cidades da Baixada Santista disseram sim para a “onda azul” que tomou conta da disputa eleitoral deste ano. No pleito encerrado neste domingo, cinco das nove cidades da região elegeram um membro do PSDB para administrar a prefeitura e outras duas ainda estão terão disputa no segundo turno com tucanas liderando a preferencia do eleitor.

Caio Matheus, eleito prefeito de Bertioga

Em Santos, Rogério Santos venceu no primeiro turno com 50,58% dos votos. Em Itanhaém, Tiago Cervantes foi eleito com 40,51% dos votos. Três tucanos disputaram a reeleição e vão administrar suas cidades por mais quatro anos: Ademário em Cubatão, Luiz Maurício em Peruíbe e Caio Matheus em Bertioga.

Solange Freitas segue para o segundo turno em São Vicente

Em São Vicente, a votação da candidata Solange Freitas foi emblemática. Ela alcançou 41,47% dos votos válidos e terminou em primeiro lugar. Solange foi alvo de um atentado na semana passada, quando um motoqueiro atirou contra o carro em que a candidata estava. Ninguém se feriu. Antes disso, ela teve seu comitê invadido e incendiado

Já em Praia Grande a representante do PSDB no segundo turno será Raquel Chini, que obteve 39,05% dos votos e terminou o primeiro turno na liderança.

(*) Do PSDB-SP



X
17/11/2020