Em SC, Alckmin reforça importância do diagnóstico precoce do câncer de mama

Notícias - 01/10/2018

Em visita nesta segunda-feira a Florianópolis (SC), o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, falou da importância do Outubro Rosa, mês de conscientização das mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, e detalhou algumas de suas propostas para a Saúde da mulher.

“Criei em São Paulo o programa Mulheres de Peito, com carretas que percorrem o estado levando equipamentos para exame de mamografia sem a necessidade de pedido médico. Se preciso, já é retirado o material para biópsia e, em caso de necessidade, as mulheres são encaminhadas para tratamento na Rede Hebe Camargo. É isso o que quero fazer no Brasil”, afirmou. Alckmin também se comprometeu a atualizar a tabala do SUS, desatualizada há 10 anos, e reabrir os mais de 30 mil leitos fechados hoje no país.

O Mulheres de Peito já realizou mais de 150 mil mamografias, mais de 6 mil exames de ultrassom e de 650 biópsias. O principal objetivo do programa é ampliar o acesso e incentivar as mulheres a realizarem exames de mamografia pelo SUS. As imagens captadas pelos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi), serviço da Secretaria que emite laudos à distância, na capital paulista. O resultado sai em até 48 horas após a realização do procedimento. Para as mulheres entre 50 e 69 anos de idade, não há necessidade de pedido médico de mamografia para a realização do exame nas unidades móveis.

Sobre o cenário eleitoral, o tucano reforçou seu otimismo diante das pesquisas que indicam queda de Bolsonaro, estagnação de Fernando Haddad e crescimento de sua candidatura: “É preciso evitar o radicalismo, seja de esquerda ou de direita, porque isso vai prejudicar a retomada do crescimento brasileiro. Quem paga a conta de governo ruim não é o governante, é o povo”.


X
01/10/2018