Governos tucanos adotam informação correta como arma contra a pandemia

Notícias - 08/03/2021

Um ano depois dos primeiros casos de covid-19 registrados no Brasil, o país vive a pior fase da pandemia, com alta no número de contágios, internações e mortes, além da circulação de novas cepas do vírus. Com o agravamento do cenário, governos comandados pelo PSDB estão reforçando o sistema de saúde e ampliando as restrições para circulação, ao mesmo tempo em que redobram os esforços para a vacinação. Outra frente de atuação mira a informação correta, com alertas contra as aglomerações e pela adoção de medidas protetivas como uso de máscaras e higienização das mãos.

Em São Paulo, estado governado por João Doria,  a campanha é dirigida prioritariamente aos jovens, que têm sido a maioria dos internados nessa nova fase da pandemia. “Enquanto não tiver vacina para todos, proteja-se e cuide de quem você ama. Seja responsável, não faça aglomerações e use máscaras.”

Te cuida, RS. Esse é lema da campanha criada pela gestão de Eduardo Leite no Rio Grande do Sul. Mesmo com o aumento de 126% no número de leitos de UTI, a situação segue crítica no estado.

“Não é hora de aglomerar, jogar futebol com amigos. Seja responsável, não leve o vírus para dentro da sua casa. Proteja-se e cuide de quem você ama”, reforça a campanha do Governo de Mato Grosso do Sul, comandado por Reinaldo Azambuja.



X
08/03/2021