Levantamento do Diap destaca oito tucanos entre os “Cabeças” do Congresso Nacional

Notícias - 20/07/2020

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) divulgou o resultado da 27ª edição da série Os “Cabeças” do Congresso Nacional – pesquisa feita entre os próprios parlamentares para identificar aqueles com mais habilidade para “elaborar, interpretar, debater ou dominar regras e normas do processo decisório”.

Deputado Samuel Moreira e senador Tasso Jereissati, relatores da reforma da Previdência

Nesta edição, o PSDB tem oito nomes entre os Cabeças: os senadores Tasso Jereissati (CE), José Serra (SP) e Roberto Rocha (MA) e os deputados federais Carlos Sampaio (SP), Samuel Moreira (SP), Aécio Neves (MG) e Paulo Abi-Ackel, além da deputada Geovania de Sá, considerada uma parlamentar em ascensão no Congresso.

Líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (Foto: Alexssandro Loyola)

Segundo o Diap, o objetivo da publicação é fornecer uma radiografia dos principais interlocutores – partidários, profissionais, ideológicos ou de grupos políticos – no processo decisório do Poder Legislativo.

Assim, os parlamentares são classificados como:

Líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha

Debatedores: atentos aos acontecimentos e principalmente com grande senso de oportunidade e capacidade de repercutir, seja no plenário ou na imprensa, os fatos políticos gerados dentro ou fora do Congresso. O líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha, está nesta categoria, segundo seus pares.

Deputado Aécio Neves (Foto: Alexssandro Loyola)

Articuladores/Organizadores: têm excelente trânsito nas diversas correntes políticas. A facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso. Carlos Sampaio, líder do PSDB na Câmara, Samuel Moreira, Aécio Neves e o senador José Serra foram classificados como articuladores.

Deputado Paulo Abi-Ackel

Formuladores: são os parlamentares que se dedicam à elaboração de textos com propostas para deliberação. São, segundo o Diap, os parlamentares mais produtivos. O debate, a dinâmica e a agenda do Congresso são fornecidos basicamente pelos formuladores. O senador Tasso Jereissati e o deputado Paulo Abi-Ackel, segundo os parlamentares, estão nesta categoria.

Senador José Serra

Negociadores: parlamentares que, investidos de autoridade para firmar e honrar compromissos, estão respaldados para tomar decisões.

Formadores de Opinião: por sua respeitabilidade, credibilidade e prudência, são chamados a arbitrar conflitos ou conduzir negociações políticas de grande relevância.

Geovania de Sá: presidente do PSDB-SC está entre os parlamentares mais influentes e em ascensão no Congresso

Já os parlamentares considerados “em ascensão”, como a deputada Geovania de Sá, são aqueles que vêm recebendo e desempenhando com qualidade missões partidárias, políticas ou institucionais. Estão também nessa categoria os parlamentares que têm buscado abrir canais de interlocução, criando seus próprios espaços e se credenciando para o exercício de lideranças formais ou informais no âmbito do Parlamento. Estão entre os 150 mais influentes do Congresso. Presidente do PSDB em Santa Catarina, Geovania é membro da Mesa Diretora da Câmara e presidente da Frente Parlamentar de Defesa das Pessoas Desaparecidas.



X
20/07/2020