“Defendo a Lava Jato e as investigações”, diz Geraldo Alckmin

Notícias - 29/08/2018

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, reafirmou nesta quarta-feira (29) sua defesa à Lava Jato e às investigações contra a corrupção.

“Defendo a Lava Jato e as investigações. Nós não passamos a mão na cabeça de ninguém. Quem errou paga por isso.”, disse ele em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta quarta-feira (29).

Sobre a segurança pública no Brasil, o ex-governador expôs as suas propostas e disse que fará no Brasil, o que fez em São Paulo.

“A política de segurança de São Paulo é um exemplo. Temos os melhores policiais e a melhor polícia do Brasil. Em 2013 tínhamos 13 mil assassinatos por ano e reduzimos até 3.503. Em São Paulo tem cana dura para criminoso”, destacou citando números de sua gestão como governador. Parte disso em razão de uma estratégia que pretende implementar nacionalmente: “Vou liderar a segurança pública no Brasil com tecnologia e inteligência. Vou mudar a lei de Execuções Penais. Acabar com saidinhas, endurecer pena. O problema do Brasil é tráfico de drogas e armas. Isso é tarefa federal”.

Geraldo Alckmin ressaltou que São Paulo é o único estado que investe o ICMS em moradia para a população. Ele afirmou que pretende estender ações para melhorar a infraestrutura em todo o Brasil e gerar empregos.

“São Paulo é o único estado que investe 1% do ICMS em moradia. Fizemos a primeira PPP de habitação para revitalizar o centro de São Paulo. Complementamos recursos do minha Casa Minha Vida. Vou fazer um grande canteiro de obras. Estradas, ferrovias, rodovias, portos, habitação e isso é emprego na veia.”, afirmou.

Como médico, reiterou seu compromisso com a melhoria da saúde pública. Um caminho, na sua avaliação, seria com as OSs, que são entidades filantrópicas que gerenciam hospitais públicos em São Paulo e que vêm colhendo bons resultados no estado.

Reportagem Shirley Loiola


X
29/08/2018