País pode arrecadar até US$ 30 bilhões em investimentos com leilões de petróleo

Notícias - 08/05/2017

Com estimativa de render até US$ 30 bilhões em investimentos, leilões de petróleo e gás natural poderão ser uma importante saída para ajudar o país – em meio à crise econômica, especialmente para o estado do Rio de Janeiro. Serão dez leilões marcados para o período de 2017 a 2019. O cálculo é da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) comemora a decisão e critica os governos do PT, que foram contra a iniciativa.

“A notícia é bem-vinda, embora, lamentavelmente, estes leilões já deveriam ter ocorrido ao tempo do governo do PT. O atraso nessa divulgação produziu sério prejuízo para o país. Em especial, para o Rio de Janeiro. Esses leilões já eram pra ter sidos realizados porque a perfuração de um poço implica em investimentos altíssimos. Nós recebemos com otimismo essa decisão.”

Hoje, a maior dívida do Rio de Janeiro é com a União, de R$ 5 bilhões por ano, valor que o estado vem tentando renegociar. A ANP ainda considera os leilões necessários para desenvolver os campos localizados no litoral do estado ao longo do contrato – de 35 anos. Nos blocos, a expectativa de reservas é de, no mínimo, 4 bilhões de barris de petróleo. Otávio Leite ainda destacou o protagonismo do PSDB em favor da participação do setor privado na exploração das riquezas.

Na semana passada, durante a feira internacional do setor, nos Estados Unidos, os investidores internacionais, tanto de empresas de petróleo como investidores de fundos privados, se declararam interessados em conhecer detalhes dos leilões previstos para este ano, segundo a ANP. A previsão é que o Rio deva receber cerca de US$ 8 bilhões em royalties nas três décadas e meia, além de outros US$ 400 milhões para o estado, no mesmo período, em participações especiais.

“Com isso, gerar receita, renda, imposto, royalties, para estados, municípios e para o próprio governo federal. E o PSDB teve esse papel de lucidez histórica diante daquela postura dinossáurica, pré-histórica do governo do PT.”


X
08/05/2017