Perillo vai ao inspirador PSDB de MS para discutir estratégias eleitorais

Notícias - 06/02/2024

“A gestão de Mato Grosso do Sul é uma referência para todos nós tucanos, por isso foi o segundo Estado que viemos, logo depois do Rio Grande do Sul, onde temos nosso candidato a presidente.” Foi assim que Marconi Perillo, presidente nacional do PSDB, falou sobre sua visita ao Estado nesta terça-feira (06).

Ele foi recebido pelo presidente do PSDB-MS e tesoureiro nacional do partido, ex-governador Reinaldo Azambuja, que fez questão de ressaltar que “o tamanho do PSDB de Mato Grosso do Sul é resultado da construção de todos”.

A visita ao diretório, que reuniu diversas lideranças em Campo Grande, teve como propósito estreitar os laços com a realidade local e fortalecer o partido.

Em coletiva de imprensa, Perillo reforçou a importância de fazer política distante dos extremismos e a necessidade de adotar novas estratégias. Ele lembrou o legado do PSDB e enfatizou a importância de fortalecer o partido com candidaturas competitivas tanto nas eleições municipais quanto nas de 2026. “O PSDB tem um legado na história política do nosso país. Fomos responsáveis pelo combate à inflação e a Lei de Responsabilidade Fiscal, por isso a importância de voltarmos ao protagonismo. Temos nomes fortes para disputar as eleições. O governador Eduardo Leite será o nosso candidato a presidente e, aqui em Campo Grande, temos o deputado Beto Pereira, que não tenho dúvidas de que chegará à prefeitura.”

A visita ao Estado encerrou com um encontro entre o presidente Marconi Perillo e o governador Eduardo Riedel no Parque dos Poderes. Na ocasião, discutiram sobre a necessidade de o ninho tucano retomar seu protagonismo nacional para fortalecer a política do país e buscar novos rumos para o Brasil.

O PSDB de Mato Grosso do Sul conta com 50 prefeitos (em um total de 79 municípios no Estado), 17 vice-prefeitos, 243 vereadores, seis deputados estaduais, três deputados federais e o governador Eduardo Riedel.

 


X
06/02/2024