Ranolfo Vieira Jr é o novo governador do Rio Grande do Sul

Notícias - 01/04/2022

No fim da tarde desta quinta-feira (31/3), em solenidade no Salão Negrinho do Pastoreio, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, Eduardo Leite transmitiu o cargo de governador do Estado do Rio Grande do Sul para Ranolfo Vieira Júnior, até então vice-governador e secretário da Segurança Pública.

Ranolfo assumiu após a renúncia de Leite, que esteve à frente do Executivo gaúcho por três anos e três meses. Em seu discurso, Ranolfo falou sobre a continuidade do projeto de governo. “Serão nove meses pela frente. O tempo de gestar uma vida. E a vida deste Estado é uma obra em contínua gestação e construção. Um trabalho para preservar a vida, garantir a boa qualidade de vida a todos que aqui têm sua morada. Cuidamos do agora, mas preparamos o futuro. Esta será nossa essência em cada dia até 31 de dezembro. Olhar o presente sem perder de vista o amanhã. Usaremos esse tempo com responsabilidade, sabedoria e discernimento, procurando manter cada peça desta engrenagem em perfeito funcionamento. Entrego a vocês minha lealdade, meu espírito servidor e toda a minha dedicação como governador dos gaúchos”, disse Ranolfo.

Cuidamos do agora, mas preparamos o futuro. Esta será nossa essência em cada dia até 31 de dezembro”, disse o governador Ranolfo.

Nascido em Esteio em 7 de abril de 1966, Ranolfo Vieira Júnior é servidor público há 36 anos. É casado com Sônia há 26 anos e pai de três filhos: Guilherme, Gustavo e Gabriela. Formado em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) em 1996, ingressou na Polícia Civil em 1998, como delegado. Escolheu começar a carreira em Rio Grande, cidade com o maior índice de criminalidade entre as delegacias disponíveis da época. Dirigiu o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) por seis anos e liderou importantes operações de combate à criminalidade no Estado.

Foi Chefe de Polícia do RS por quatro anos, quando criou o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e presidiu o Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil. Foi Secretário de Segurança Pública de Canoas entre 2017 e 2018, período em que a cidade reforçou a estrutura na segurança e implementou a guarda municipal armada, reduzindo a criminalidade e não registrando nenhum latrocínio.

É professor licenciado da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), onde trabalhou por 14 anos. Também lecionou na Academia da Polícia Civil (Acadepol/RS) por 10 anos. A partir de 2019, foi vice-governador e secretário da Segurança Pública. Além da atuação decisiva nas transformações implementadas nas diversas áreas do governo, contabiliza, na segurança, reduções recordes de casos como homicídios, roubos de veículo e ataques a banco. Na sua gestão foi anunciado o maior investimento único da história da segurança gaúcha, além de um dos maiores incrementos em estrutura policial de todos os tempos, com viaturas, armas, equipamentos e reposição de efetivos.


X
01/04/2022