São Paulo arrecada 162 milhões para garantir produção integral da vacina do Butantan

Notícias - 03/02/2021

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (3/2) a arrecadação de R$ 162 milhões em doações privadas para a construção da nova fábrica do Instituto Butantan para produção da vacina contra o coronavírus. Com capacidade de produção de 100 milhões de doses por ano, a planta será construída com doações da iniciativa privada realizadas durante as reuniões do Comitê Empresarial Solidário e Econômico em um esforço coordenado pela InvestSP e pela organização social Comunitas.

“O Governo do Estado de São Paulo conseguiu ultrapassar a meta de captação de recursos privados em doação, sem nenhuma contrapartida de nenhuma espécie do setor público. São doações humanitárias e solidárias de 36 empresas que fizeram suas doações ao Instituto Butantan atendendo ao apelo do Governador do Estado de São Paulo para contribuírem nessa nova fábrica de vacinas contra COVID-19”, afirmou o governador, durante coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes.

As obras da nova fábrica do Butantan tiveram início em novembro do ano passado. O novo espaço, que fica pronto em setembro deste ano, terá cerca de 11 mil m² e além de produzir as doses da vacina contra a COVID-19, poderá produzir outros imunizantes fabricados no Instituto Butantan.

A unidade terá produção totalmente nacional da vacina, eliminando a necessidade de importação do IFA (Insumo Farmacéutico Ativo), matéria-prima que dá origem ao imunizante CoronaVac.

A CoronaVac é fruto da parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac. Com a transferência de tecnologia e a ampliação das instalações, o Butantan terá independência produtiva do imunizante e capacidade estimada de cerca de 100 milhões de doses fabricadas por ano.

Sobre a obra
Atualmente são cerca de 80 trabalhadores atuando no local. Em três meses esse número deverá ser ampliado para 280. Neste momento, estão sendo realizadas a raspagem do piso, reforços estruturais, marcações e divisórias. Estão em fase final os projetos de eletromecânica, ar-condicionado e arquitetura.


X
03/02/2021