Seminário Novo Rumo: ex-presidentes defendem diálogo para pacificação do país

Notícias - 16/09/2021

Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e José Sarney defenderam o diálogo como forma de pacificação do país e apontaram a busca por entendimento como solução para garantir a estabilidade do ambiente político.

Nesta quarta-feira (15/9), eles fizeram a abertura do seminário Um novo rumo para o Brasil e participaram do debate “Crise institucional e democracia”, mediado pelo ex-ministro Nelson Jobim e coordenado pelo ex-governador Moreira Franco. O seminário está sendo promovido pelo PSDB e o Instituto Teotônio Vilela (ITV), em parceria com o MDB, o DEM, o Cidadania e suas fundações e institutos de formulação política – Fundação Ulisses Guimarães (FUG), Instituto Liberdade e Cidadania (Ilec) e Fundação Astrojildo Pereira (FAP). Os debates seguem até o dia 24 (CONFIRA A AGENDA).

“Diferenças partidárias não podem impedir o diálogo democrático”, afirmou FHC. O ex-presidente ressaltou que, apesar das diferenças de ideias, todos os agentes políticos estão dentro do sistema sacramentado pela Constituição de 1988.

Além dos três ex-presidentes, participaram do debate os presidentes nacionais do PSDB, Bruno Araújo; do MDB, Baleia Rossi; do DEM, ACM Neto; e do Cidadania, Roberto Freire.

“Duas gerações se encontram hoje para debater os rumos da democracia no Brasil. E todos que compreendemos que a democracia é o nosso caminho, a nossa cultura, também sabemos do papel da geração desses três ex-presidentes na reconstrução democrática do país”, disse o presidente do PSDB.

Confira a íntegra do debate!


X
16/09/2021