BNDES passa a exigir termo anticorrupção para empréstimos

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) alterou sua conduta para empréstimos, e agora passa a cobrar de empresas solicitantes um “termo anticorrupção”. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o banco só vai liberar recursos para companhias que comprovarem que a condução de seus negócios segue estritamente a lei. Além de seguir as regras, os tomadores de empréstimos deverão comunicar ao BNDES qualquer problema ou indício de irregularidade que identificarem nos projetos, caso contrário, os repasses serão imediatamente suspensos, com aplicação de multa e o decreto de vencimento antecipado de todas as dívidas da empresa com o BNDES. Para o deputado federal Silvio Torres, do PSDB de São Paulo, essas exigências vão evitar que outros desmandos, como os ocorridos durante os governos de Dilma Rousseff e Lula, aconteçam novamente.

Rádio PSDB - 30/03/2017

X
30/03/2017