Eduardo Cury defende que FGTS seja incorporado ao salário do trabalhador

A Câmara dos Deputados analisa a possibilidade de dar ao trabalhador o direito de optar pelo recebimento dos valores do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) mensalmente, na folha de salário. O Projeto de Lei 2308/15 é do deputado federal Eduardo Cury, do PSDB de São Paulo. O tucano argumenta que, atualmente, os rendimentos do FGTS são baixos, corrigidos pela Taxa Referencial mais juros de 3% ao ano, o que corresponde à metade da correção da poupança. O parlamentar garante que a proposição não gera custo adicional ao empregador e dá ao trabalhador a liberdade para aplicar os recursos ou gastar o dinheiro conforme sua necessidade.

Rádio PSDB - 27/07/2017

X
27/07/2017