Inovação nas indústrias despencou durante governo Dilma

Com crescente queda no faturamento e sob o risco de fecharem as portas, as empresas têm deixado de investir em inovação, essencial para o aumento da eficiência de produção. Uma pesquisa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta segunda-feira revela que a parcela de companhias do setor industrial com mais de 500 funcionários que realizou algum tipo de inovação – para si ou para o mercado – caiu de 44,9% no último trimestre de 2015 para 37,6% entre janeiro e março de 2016. O período coincide com o ápice da crise econômica, durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. O deputado federal Caio Narcio, do PSDB de Minas Gerais, lamenta esse resultado, e ressalta que inovação é uma ferramenta fundamental para tornar as empresas mais competitivas e determinar o crescimento do país.

Notícias - 02/01/2017


X
02/01/2017