Nicolás Maduro sugere 25 anos de prisão para quem se expressar contra o governo nas ruas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs, na entrega do seu próprio projeto de Constituição, uma pena de 25 anos de prisão para cidadãos que saírem às ruas com o objetivo de se manifestarem contra o governo. Maduro classifica os atos oposicionistas de ações para “expressar o ódio” no país vizinho. Para o venezuelano, essa vai ser a solução para a grave crise política e econômica que assola o país, cenário que já conta com mais de 120 mortos. O deputado federal Nilson Leitão, do PSDB de Mato Grosso, sugere a saída de Maduro do poder como salvação para a Venezuela.

Rádio PSDB - 11/08/2017

X
11/08/2017