Parlamento venezuelano denuncia golpe de Estado e pede garantia de direitos à comunidade internacional

O atraso nos procedimentos de realização do referendo constitucional que pode revogar o mandato do presidente Nicolas Maduro alertou o parlamento da Venezuela, que aprovou neste domingo, em sessão extraordinária, um acordo no qual expressam “a ruptura da ordem constitucional” cometida “pelo regime de Nicolas Maduro e pelos poderes Judicial e Eleitoral”. As informações são da Agência Efe. Os parlamentares também vão formalizar uma denúncia no Tribunal Penal Internacional contra autoridades do Conselho Nacional Eleitoral, apontadas como responsáveis pela suspensão do processo. O deputado federal Vanderlei Macris, do PSDB de São Paulo, lamenta que a história do país tenha sido atravessada por líderes sem interesse na manutenção da democracia.

Notícias - 24/10/2016


X
24/10/2016