PSDB – MS

Deputados estaduais

JAMILSON NAME

Natural de Sidrolândia, Jamilson Lopes Name nasceu em 16 de setembro de 1980, é casado com Fernanda Name e possui um casal de gêmeos. Empresário renomado no Mato Grosso do Sul, o parlamentar teve 33.870 votos e disputou pela primeira vez uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS). Em seu mandato, é engajado na luta pelas causas sociais para ajudar o próximo.

Além dessas causas, outra bandeira levantada por Jamilson são as ações voltadas ao esporte amador.  Seus projetos não se limitam ao esporte, pois sua visão ampla, voltada à inclusão social, fez com que o deputado elaborasse uma proposta que foi destaque na Assembleia. A proposta, que já é lei, incluiu na grade curricular dos alunos das escolas estaduais o ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Essa ação tem como objetivo a disseminação da língua.

Eleito pelo PDT, hoje sem partido, ele vem desempenhando um trabalho exemplar com novos projetos em emendas direcionadas para os variados municípios de Mato Grosso do Sul.

MARA CASEIRO

Mara Caseiro é formada em Odontologia pela Unoeste (Universidade do Oeste Paulista de Presidente Prudente) desde 1986. Atuou como cirurgiã dentista em Itaquiraí e Eldorado, onde foi chefe da equipe do Centro de Saúde.

Ingressou na política em 1992 como candidata a vice-prefeita e foi eleita em 1996 a vereadora mais votada na história de Eldorado. Em seguida, assumiu a presidência da Câmara Municipal. Em 2000, Mara Caseiro foi eleita prefeita, e reeleita em 2004.

Após dois mandatos, entregou a administração municipal com 92% de aprovação. Em 2010, ela foi eleita deputada estadual, sendo reeleita para o segundo mandato em 2014.

Em março de 2016, Mara filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), à convite do governador Reinaldo Azambuja, onde encontrou respaldo para atuar com afinco nas demandas dos municípios, além de encontrar espaço para promover maior aproximação dos gestores municipais com o Executivo Estadual. Em 2018, concorreu a deputada estadual, ficando como suplente na Casa de Leis.

No dia 18 de novembro de 2020, Mara Caseiro voltou à Assembleia Legislativa, após exercer os cargos de secretária especial de Governo e diretora-presidente da Fundação Estadual de Cultura. Assumiu a cadeira de deputada estadual no lugar do deputado Onevan de Matos, falecido. A deputada Mara exerce o terceiro mandato na Casa de Leis. Mara é líder do governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, se tornando a primeira mulher a ocupar este posto em MS.

 

PAULO CÔRREA

Engenheiro civil por formação, Paulo Corrêa iniciou sua vida pública como secretário de Estado de Habitação e Desenvolvimento Urbano em 1991, no Governo Pedro Pedrossian. Nesse período implantou o “Programa Desfavelamento”, assentando mais de 12 mil famílias em conjuntos habitacionais construídos pela CDHU/MS.

Eleito por  consecutivas como deputado estadual de Mato Grosso do Sul, Paulo Côrrea,  foi Presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente na Casa de Leis, presidiu a CPI do Leite, foi presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário e vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Presidente da CPI da Enersul,  além dos projetos de leis apresentados.

Em abril de 2018 Paulo Corrêa filiou-se ao PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). Nas eleições daquele ano, o deputado Paulo Corrêa foi reeleito com 27.664 votos para continuar representando a população.  Foi eleito também como presidente  da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul em 2018 e 2020, e é o vice-presidente do PSDB estadual.

ZÉ TEIXEIRA

O deputado estadual Zé Teixeira, agropecuarista e representante da região da Grande Dourados, exerce o seu sétimo mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Sua trajetória parlamentar teve início nas eleições de 1994, quando eleito deputado estadual pelo PFL (hoje DEM), com 13.303 votos.

O parlamentar foi ainda, durante aquele período, membro da Comissão Especial para Reforma Constitucional, que analisou mudanças no texto da Constituição do Estado, e da Comissão de Divisão Territorial, que teve competência de emitir parecer sobre projetos de lei de criação de novos municípios.

Pelo Bloco de Oposição, foi indicado para compor a CPI do Leite que investigou as denúncias de irregularidades no setor.

Foi indicado pelo Presidente da Assembleia Legislativa, por meio do OF/PRES/DGL/019/2015, de 07-04-2015, para Representar o Poder Legislativo Estadual junto ao Poder Executivo, no Conselho de Intermediações de Conflitos Sociais e de Situação de Risco, nos termos da Lei Estadual nº 3.807, de 17-12-2009.

Em seu sexto mandato atuou como Subcoordenador da Frente Parlamentar de Defesa do Agronegócio e Cooperativismo e membro da Frente Parlamentar para a Regularização Fundiária no Estado de Mato Grosso do Sul, instituída pelo Ato nº 05/2016. Em março de 2022 se filiou no PSDB, e está em seu sétimo mandato.