Petrobras vai reestruturar BR Distribuidora com aporte de R$ 6,3 bilhões

Notícias - 26/08/2017

O Conselho de Administração da Petrobras quer reestruturar a subsidiária, a BR Distribuidora e autorizar um aporte na companhia de, aproximadamente, R$ 6,3 bilhões foi elogiado pelo deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ). Em 2014, as dívidas com a BR chegavam a R$ 8,6 bilhões.

Porém, a iniciativa precisa ser aprovada pela assembléia de acionistas. Se a decisão for aprovada, a dívida da BR Distribuidora passará a ser devida à Petrobras e não mais à sua subsidiária.

“A verdade é que a Petrobras começou a respirar. O que é positivo, pois foram vários anos de desmandos, corrupção e dirigentes associados a decisões incompetentes, que fizeram da nossa maior empresam uma instituição praticamente falida”, disse o tucano.

Para Otávio Leite, é preciso pensar adiante. “Depois de uma reorganização de finanças, redefinição de prioridades e limpeza ética, nós estamos agora no limiar de novos leilões para campos de exploração, na certeza de que a Petrobras irá desenvolver mais tecnologias e investimentos. Reestruturações são sempre bem-vindas”, ressaltou.

A operação anunciada pela Petrobras compreende também uma divisão do dinheiro devido do setor elétrico para uma nova empresa, que será incorporada pela petroleira.

A reestruturação, segundo a estatal, não gerará resultado para nenhuma das duas empresas, mas permitirá que a BR Distribuidora utilize recursos gerados pelo aumento de capital para pagar outras dívidas.

Para Otávio Leite, essa reorganização é importante para que a empresa pague as dívidas e passe a ficar na rentabilidade dos negócios. “Desinvestir sempre foi uma possibilidade, inclusive, todas as etapas diligentes anteriores cuidaram de desinvestir quando necessário. Abrir capital para mais ações serem vendidas também é positivo”, destacou.

O anúncio surge no momento em que a Petrobras avalia a realização de uma oferta de ações em bolsa, junto com outras ações do plano de desinvestimento da estatal, a venda de ações da BR Distribuidora pretende captar US$ 21 bilhões até o fim de 2018.

Temas relacionados:


X
26/08/2017